Lufthansa e Air France deixam de sobrevoar o Sinai por precaução

Logo da Air France, em Paris, no dia 12 de outubro de 2015

As companhias aéreas alemã Lufthansa e francesa Air France, a título de precaução, decidiram por ora deixar de sobrevoar a região do Sinai, onde neste sábado um avião russo caiu com 224 pessoas a bordo.

"Tomamos esta decisão como medida de segurança", anunciou o porta-voz da companhia alemã ao jornal Die Welt.

A Air France também deixará de sobrevoar a região até nova ordem.

"Esta medida foi tomada até que sejam esclarecidas as causas da queda do avião", afirmou o porta-voz da empresa francesa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos