Lufthansa cancela 290 voos por greve de tripulantes

A Lufthansa anunciou neste domingo o cancelamento de 929 voos previstos para segunda-feira na retomada da greve dos tripulantes da companhia aérea alemã após um dia de pausa

A Lufthansa cancelou nesta sexta-feira 290 voos, incluindo 23 intercontinentais, em função de uma greve das equipes de tripulantes nos aeroportos de Frankfurt e Düsseldorf, indicou a companhia aérea alemã.

Os cancelamentos, que afetam 37.500 passageiros, não diz respeito apenas aos aparelhos da Lufthansa, como também a outras linhas do principal grupo aéreo europeu, como Swiss, Austrian ou Germanwings.

O movimento de greve nos dois aeroportos - o maior e o terceiro maior do país - está programado para durar das 14H00 às 23H00 locais (11H00 a 19H00, horário de Brasília), mas deve se estender durante sete dias para outros terminais.

O aeroporto de Munique não será afetado pela greve.

O sindicato alemão das equipes de tripulação UFO, em conflito com a direção da companhia aérea Lufthansa, anunciou na segunda-feira uma greve de 6 a 13 de novembro caso não se chegasse a um acordo antes de quinta-feira com a direção da empresa.

A medida de força se origina de um longo litígio salarial e condições de aposentadoria.

A Lufthansa se viu afetadas nos últimos anos por uma série de conflitos sociais Cerca de 5.400 pilotos pararam suas atividades em 13 ocasiões, entre abril de 2014 e setembro de 2015.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos