Lufthansa suspende voos para balneário egípcio

A Lufthansa anunciou neste domingo o cancelamento de 929 voos previstos para segunda-feira na retomada da greve dos tripulantes da companhia aérea alemã após um dia de pausa

A companhia aérea alemã Lufthansa suspendeu nesta terça-feira por precaução seus voos para o balneário egípcio de Sharm el Sheikh, depois da queda de um avião russo no Sinai, que, segundo o Reino Unido, pode ter ocorrido pela explosão de uma bomba.

A medida afeta dois voos semanais das filiais Edelweiss e Eurowings, informou um comunicado do grupo.

A empresa vai organizar, em coordenação com o ministério alemão das Relações Exteriores, a repatriação de seus clientes bloqueados no Egito.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos