‘Lugar errado, na hora errada’, diz jogador do Goiás que levou dois tiros em boate

·1 minuto de leitura

O meia Henrique Lordelo, do Goiás, publicou um vídeo, no qual tranquiliza os seguidores e diz passar bem. O jogador, de 21 anos, foi baleado duas vezes, quando um conflito ocorreu dentro de uma boate em Goiânia, na noite da última sexta-feira.

“Primeiramente me desculpar com a instituição Goiás Esporte Clube por descumprir um protocolo sanitário. Perdão ao clube, a torcida e a todos que acompanham o meu trabalho e torcem por mim. Ainda estou sem entender muita coisa, foi um grande susto, estava no lugar errado, na hora errada e acabei sendo atingido por consequência de algo que eu não participei”, escreveu Lordelo.

“(Quero) Esclarecer também que ao contrário do que foi publicado, em nenhum momento eu estive envolvido em briga, confusão, discussões ou coisas parecidas”, disse o jogador, revelado na base do Flamengo.

Além de Lordelo, estava na boate o volante Nathan, que não se feriu. Uma mulher não identificada também foi baleada, porém, passa bem. O clube irá esperar as investigações oficiais para comentar o caso.

O meia já recebeu alta e se recupera na Casa do Atleta, residência no CT Edmo Pinheiro, em que mora com outros jogadores. O último jogo que Lordelo participou foi pelo Campeonato Goiano, no dia 2 de maio, contra o Atlético-GO.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos