Luis Parra é eleito novo presidente da Assembleia venezuelana

Bruna Saniele

Em vídeo divulgado nas redes sociais do ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, neste domingo (5), Juan Guaidó, autoproclamado presidente da Venezuela, tenta entrar no Parlamento do país e é impedido por policiais. Segundo o ministro, o presidente Nicolás Maduro tentou impedir a votação da Assembleia Nacional e a reeleição de Juan Guaidó para a presidência da Assembleia Nacional e do governo interino.

A agência de notícia oficial da Venezuela, AVN, divulgou que Luis Parra é o novo presidente da Assembleia Nacional para o ano de 2020. No entanto, o resultado não seria reconhecido pelo Brasil “[A eleição] crucial para a redemocratização do país. Brasil não reconhecerá qualquer resultado dessa violência e afronta à democracia”, disse Araújo.

Segundo a agência AVN, Franklyn Duarte fica como primeiro vice-presidente, Joser Gregorio Norieha como o segundo vice-presidente e Negal Morales como secretário do parlamento.

 “Hoje queremos abrir a porta ao futuro do parlamento”, disse Parra em um comício transmitido pela emissora de televisão venezuelana.

Conforme a AVN, as eleições parlamentares foram propostas por José Brito, que acusou o presidente autoproclamado Juan Guaidó de abandonar “por completo” a gestão parlamentar para se dedicar a “consolidar uma estrutura pessoal de poder.”

A sessão em que os novos membros do parlamento vão fazer o juramento está marcada para o dia 7 de janeiro.