Luiz Fux indica Wagner Moura para buscas por Dom Philips e Bruno Pereira e web reage

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Wagner Moura vai acompanhar buscas por Dom Philips e Bruno Pereira no Amazonas (foto: Globo/Divulgação)
Wagner Moura vai acompanhar buscas por Dom Philips e Bruno Pereira no Amazonas (foto: Globo/Divulgação)

Resumo da Notícia:

  • Wagner Moura foi escolhido pelo ministro Luiz Fux para representar o judiciário nas buscas

  • Além dele, o fotógrafo Sebastião Salgado também está no grupo do CNJ

  • O jornalista e o indigenista desapareceram há cerca de 10 dias no Amazonas

Wagner Moura passou a quarta-feira (15) com a orelha quente. Isso porque o ator e ativista foi indicado pelo ministro Luiz Fux, presidente do Conselho Nacional de Justiça e do Supremo Tribunal Federal, como parte da comitiva do judiciário que acompanha as buscas pelo jornalista e indigenista desaparecidos no Amazonas.

A comissão do CNJ tem a função de “acompanhar as ações que estão sendo executadas na busca dos referidos desaparecidos. Eles ainda podem “propor medidas que visem a aprimorar a atuação do Poder Judiciário nas questões relacionadas”, diz o texto que o G1 teve acesso.

Trabalhando no âmbito do Observatório do Meio Ambiente e Mudanças Climáticas, o grupo é composto pelo ator e o fotógrafo Sebastião Salgado, a antropóloga Manuela Carneiro da Cunha e a juíza auxiliar da Presidência do CNJ, Livia Cristina Marques Peres.

O investidor Leandro Ruschel questionou a escolha do ator e do fotógrafo. “Fux anuncia grupo de trabalho no CNJ para acompanhar buscas de indigenistas e jornalista no Amazonas. Entre os integrantes do grupo, estão Sebastião Salgado e Wagner Moura. O que essas figuras têm a ver com isso? O que o CNJ tem a ver com isso?”, escreveu.

Outro tuiteiro também questionou a escolha: “Alguém avise ao FUX que o WAGNER MOURA não é o Capitão Nascimento. Fux, ‘Tropa de Elite’ é só um filme, tá?”, avisou.

Uma outra usuária da rede publicou: “O gado incomodado que Wagner Moura vai fazer parte de um grupo do CNJ anunciado pelo Fux pra acompanhar as buscas do Dom Phillips e Bruno Pereira: Não fazem porra nenhuma pelo próximo e sempre se incomodam com quem faz...”

Entenda o caso

A PF (Polícia Federal) encontrou restos e partes de corpos humanos enterrados na região onde estão sendo feitas as buscas pelo indigenista Bruno Pereira e pelo jornalista britânico Dom Phillips, no fim da tarde desta quarta-feira (15), ao oeste do estado do Amazonas.

A informação foi divulgada pelo Ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, nas redes sociais. Mais cedo, policiais federais e outros agentes de segurança partiram de barco com um dos suspeitos presos para uma área apontada onde estariam os corpos do indigenista e do jornalista.

A identificação pericial que vai determinar a identidade das vítimas encontradas ainda será feita, segundo informou o ministro.

Nesta quarta, a Justiça do Amazonas decretou a prisão temporária por 30 dias de Oseney da Costa de Oliveira, o "Dos Santos", apontado como o 2º suspeito no caso do sumiço do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, desaparecidos desde o dia 5 de junho.

Oseney é irmão de Amarildo da Costa de Oliveira, conhecido como "Pelado", que está preso desde o dia 7 de junho. Os dois teriam confessado à Polícia Federal envolvimento na morte de Bruno e Dom.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos