Luiza Brunet detona Luciana Gimenez e Val Marchiori: 'Atraso de vida'

Ex-modelo foi assunto no “Superpop” e se irritou com o comentário que viu na TV (Reprodução/instagram.com/luizabrunetoficial)

A ex-modelo Luiza Brunet, 56, se irritou com uma entrevista dada por Val Marchiori, 43, para Luciana Gimenez, 48, durante o programa “Superpop” desta semana quando ambas comentaram sobre o antigo companheiro de Luiza, o empresário Lírio Parisotto, 64, acusado de tê-la agredido fisicamente.

No Instagram, Luiza Brunet detonou a discussão das famosas na Rede TV!. Realmente considero lastimáveis os comentários de ambas (Val Marchiori e Luciana Gimenez), pois vivemos em um país com dados estarrecedores no quesito violência contra a mulher. E alertar, que enquanto a minha vida pessoal estava sendo exposta e desrespeitada, um mulher, no mínimo, foi assediada, sofreu violência grave, ou pior: foi morta. Sinto muito mais ainda por críticas feias e desumanas serem feitas por mulheres referências (vocês não me reconhecem, mas eu as reconheço e respeito)”, postou ela depois de ouvir de Val que Lírio Parisotto foi “foi muito injustiçado neste caso”.

“Uma pena, um desserviço e um atraso de vida, em tempos de grandes números de desigualdade e violência. Minha sugestão para o próximo programa: chamem promotoras públicas, delegadas de delegacias de direito da mulher e, principalmente, mulheres invisíveis que apanham diariamente e não tem a coragem que eu tive. Independente de quem eu sou, do que aconteceu, respeitem e construam a partir das dores femininas. Gratidão a ambas, pois mesmo denegrindo e menosprezando a minha pauta, deram foco ao tema VIOLÊNCIA”, desabafou a top model em seu perfil na rede social.

Leia mais:
Marina Ruy Barbosa corta os cabelos para nova novela da Globo
Luísa Sonza revela que é a favor de nudes: ‘Mando quando estou na vibe’

Nesta quarta-feira (22), Luciana Gimenez soltou o verbo na web e mandou algumas indiretas para a ex-modelo. Eu acho muito louco porque as pessoas reagem as coisas sem elas saberem. Uma coisa que eu sempre presei na minha vida é ter as minhas próprias opiniões. E as pessoas falam muito sem saber das coisas. Elas ouvem uma coisa e concordam, mas na verdade, elas nem sabem. Tem muito fake news. Às vezes, você pode estar cometendo alguma injustiça ou está achando uma coisa que está errada”, falou ela.