Lula abre 30 pontos entre beneficiários do Auxílio Brasil, aponta Genial/Quaest

Genial/Quaest: Pesquisa mostra que Lula cresceu cinco pontos entre os que recebem o Auxílio Brasil (Foto: Thiago Prudencio/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Genial/Quaest: Pesquisa mostra que Lula cresceu cinco pontos entre os que recebem o Auxílio Brasil (Foto: Thiago Prudencio/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

O aumento do valor pago no Auxílio Brasil, de R$ 400 para R$ 600, ainda não mostrou efeitos concretos nas intenções de voto de Jair Bolsonaro (PL) entre os beneficiários do programa social. Entre quem recebe o auxílio, Lula (PT) tem 57% e abriu 30 pontos de vantagem.

A nova pesquisa Genial/Quaest, divulgada nesta quarta-feira (17), mostra Lula com 45% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro tem 33%. Veja o resultado entre os beneficiários do Auxílio Brasil:

  • Lula (PT): 57%

  • Jair Bolsonaro (PL): 27%

  • Outros: 6%

  • Nulo/branco/não vai votar/indecisos: 9%

Enquanto Lula cresceu cinco pontos percentuais entre este público em relação ao levantamento anterior, Bolsonaro caiu dois pontos, dentro da margem de erro.

Já entre os que não recebem o auxílio, a situação é inversa: Lula variou negativamente dentro da margem de erro e tem 40%, enquanto Jair Bolsonaro cresceu três pontos e chegou a 37%. Eles estão tecnicamente empatados.

O levantamento ouviu 2 mil pessoas entre os dias 11 e 14 de agosto por meio de entrevistas face a face. A margem de erro é de dois pontos percentuais. O registro no TSE é o BR-01167/2022.

Faixa de renda

Lula segue como favorito entre os brasileiros que ganham até dois salários mínimos, com 55% dos votos. Bolsonaro tem 27%. Entre aqueles que ganham entre dois e cinco salários mínimos, Lula tem 41% e Bolsonaro 37% - crescimento de quatro pontos percentuais.

Entre quem recebe mais de cinco salários mínimos, o atual presidente caiu quatro pontos, mas segue à frente, com 41%, enquanto Lula tem 33%.

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022: