Lula acompanhará resultado em hotel em SP e tenta evitar clima de 'já ganhou'

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 27.09.2022 - O ex-presidente Lula (PT) durante encontro com personalidades da sociedade civil, no Hotel Gran Mercure, no bairro do Ibirapuera, zona sul da capital paulista. (Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 27.09.2022 - O ex-presidente Lula (PT) durante encontro com personalidades da sociedade civil, no Hotel Gran Mercure, no bairro do Ibirapuera, zona sul da capital paulista. (Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acompanhará a contagem dos votos neste domingo (2) do hotel Jaraguá, na região central de São Paulo.

Devem estar com ele os integrantes da coordenação da campanha, além de aliados e da sua mulher, a socióloga Rosângela da Silva, a Janja.

Entre os auxiliares do ex-presidente, a ordem é evitar o clima de já ganhou. Um dos integrantes da coordenação brinca que a esquerda está otimista com a vitória no primeiro turno, mas também é supersticiosa.

Por isso, não está marcado um comício de comemoração para o domingo. Ainda assim, lideranças políticas já estão com passagens reservadas para irem a São Paulo engrossar o quórum caso a vitória já seja anunciada neste domingo.

"Nada de festa marcada, mas temos um povo festeiro que organiza ligeiro. É claro que a coordenação é cuidadosa, mas os militantes são tão otimistas que não se espante com o modelo Fórmula 1: tudo em alta velocidade ", brinca o ex-governador Wellington Dias (PT-PI), um dos coordenadores.

No Datafolha divulgado nesta quinta-feira (29), o ex-presidente aparece com 50% dos votos válidos, o que torna possível a vitória em primeiro turno. Seus aliados, no entanto, temem que os episódios de violência política afastem o eleitor petista da urna e a abstenção acabe prejudicando Lula.