Lula adia ida a Pernambuco em razão das fortes chuvas

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 28.04.2022 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante congresso do PSB, em Brasília. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 28.04.2022 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante congresso do PSB, em Brasília. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) adiou a ida para Pernambuco em razão da tragédia vivida por causa das fortes chuvas. No início de junho, a Grande Recife ainda tinha 71 mil desabrigados e já contabilizava 129 mortes.

Havia expectativa de que Lula fosse ao estado no giro que faz a partir de quinta-feira (16) no Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe. Mas a ida foi adiada para a primeira semana de julho, em respeito à situação no estado.

Em Pernambuco, Lula pretende ir tanto à região de agreste quando ao sertão. Estão previstas idas a Garanhuns e Caetés, onde nasceu. Ele deve fazer uma visita a uma réplica da casa onde passou sua infância, que está sendo construída na cidade.

No roteiro, há ainda uma agenda casada entre Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), municípios separados apenas por uma ponte. E uma visita à Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), criada durante seu governo como uma forma de interiorizar o acesso ao ensino superior.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos