Lula bate seu próprio recorde e é o presidente mais bem votado da história

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Luiz Inácio Lula da Silva (PT) superou sua própria marca e é o presidente mais bem votado da história do Brasil em números absolutos. O petista atingiu mais de 60 milhões de votos até as 21h, quando 99,9% das urnas estavam apuradas.

O último recorde havia sido registrado em 2006, quando o petista venceu o tucano Geraldo Alckmin com 58,3 milhões de votos, segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O atual presidente, Jair Bolsonaro (PL), também se desempenhou melhor em número de eleitores do que na última eleição, apesar de desta vez ter sido derrotado. Angariou mais de 58 milhões de votos, contra 57,8 milhões no pleito passado.

Neste ano, 156,4 milhões de eleitores estavam aptos a votar, 24% a mais do que em 2006 (126 milhões) e 6% a mais do que em 2018 (147 milhões).

Considerando porcentagem de votos válidos, foi a vitória mais apertada desde a redemocratização do país. Com 99,2% das urnas apuradas, o petista obteve 50,8% contra 49,1% do rival, totalizando uma diferença de apenas 1,7 ponto percentual.

Antes de 2022, a disputa mais acirrada pela Presidência havia sido a de Dilma Rousseff (PT) sobre Aécio Neves (PSDB), em 2014. Na ocasião, ela somou apenas 3,3 pontos percentuais a mais do que o tucano.