Lula celebra chegada de 2023 em jantar para 70 convidados

***ARQUIVO*** BRASILIA, DF,  BRASIL,  13-12-2022: O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO*** BRASILIA, DF, BRASIL, 13-12-2022: O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reuniu cerca de 70 convidados na noite de Réveillon em Brasília. Além da numerosa família do petista, que toma posse como presidente neste domingo (1º), o jantar contou com a presença de colaboradores diretos e um grupo restrito de amigos.

Entre eles, o médico Roberto Kalil, o empresário José Seripieri Filho, o advogado Marco Aurélio Carvalho, o deputado estadual Emídio de Souza (PT) e o futuro ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Márcio Macêdo, com suas mulheres.

Seripieri Filho deu carona a Lula em seu avião na viagem ao Egito, para a COP27. Após a conferência da ONU sobre mudanças climáticas, o petista seguiu para Portugal no mesmo jato.

Sob vigilância da mulher, Rosângela Lula da Silva, a Janja, Lula evitou excessos. Comeu pouco e bebeu menos ainda, segundo presentes. À mesa, bacalhau, salmão e cordeiro.

A fisioterapeuta de Lula, as famílias dos seguranças e demais assessores estavam entre os convidados. Três velhos amigos de Janja também participaram do jantar.

A cerimônia de posse neste domingo incluirá desfile em carro, shows musicais e discursos de Lula. Os organizadores do evento esperam um público total de 300 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios.

O petista e Geraldo Alckmin (PSB) devem chegar às 14h20 na Catedral de Brasília, com as esposas Janja e Lu Alckmin.

Depois irão ao Congresso onde será realizada uma sessão solene de posse, às 15h. Uma hora depois, Lula deve sair do Senado e ir até a área externa do Palácio do Planalto, onde terá início a cerimônia de honras militares e entrega da faixa presidencial na rampa da sede do Executivo.