Lula chama Bolsonaro de cara de pau por negar fome no Brasil

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 28.08.2022 - O ex-presidente Lula (PT) durante debate com presidenciáveis, na Band, em SP. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 28.08.2022 - O ex-presidente Lula (PT) durante debate com presidenciáveis, na Band, em SP. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou o presidente Jair Bolsonaro (PL) por negar a fome no Brasil e afirmou, nesta quarta-feira (31), que o atual mandatário é "cara de pau".

"Lamentavelmente o povo está passando fome. Lamentavelmente num país que é o terceiro produtor de alimentos tem 33 milhões de pessoas passando fome. E o presidente com a maior cara de pau diz que não tem tanta gente passando fome", disse Lula.

"Não tem na casa dele, porque ele esconde até o cartão corporativo dele, decretou sigilo sobre o cartão corporativo para o povo não saber o quanto ele gasta. Mas o povo está passando necessidades", continuou o ex-presidente.

O petista falou com a imprensa na porta da fábrica da Honda na Zona Franca de Manaus, nesta quarta-feira (31). O ex-presidente ainda participará de comício à noite em Manaus.

Na semana passada, o chefe do Executivo afirmou que não existe fome "para valer" no Brasil.

"Fome pra valer, não existe, como da forma que é falado. O que que é extrema pobreza? Você ganhar US$ 1,9 por dia, isso da R$ 10. O Auxílio Brasil são R$ 20 por dia. Quem por ventura está no Mapa da Fome pode se cadastrar e vai receber", disse Bolsonaro em entrevista a um podcast.

Segundo pesquisa divulgada pela Rede Penssan (Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional) e executada pelo Instituto Vox Populi, 33 milhões de pessoas passam fome atualmente no Brasil.

Ainda na entrevista, Bolsonaro também negou o dado dos 33 milhões, e admitiu que perde votos ao falar. "O que a gente pode dizer, se for a qualquer padaria, não tem ninguém pedindo pra comprar pão. Não existe. Eu falando isso to perdendo votos, mas a realidade não pode deixar de dizer", afirmou.