Lula chama Bolsonaro para debater na USP: 'não vai vir porque não gosta de estudante'

O ex-presidente Lula (PT) discursou em evento na USP nesta segunda-feira (15). (Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images)
O ex-presidente Lula (PT) discursou em evento na USP nesta segunda-feira (15). (Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images)
  • Ex-presidente participava de evento na FFLCH

  • 'Ele não vai vir porque o ministro da Educação dele disse que universidade não precisa ser para todos'

  • Lula comentou sobre temas da educação em fala

Durante seu discurso em evento na Universidade de São Paulo (USP), nesta segunda-feira (15), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) chamou o seu adversário na corrida eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro (PL), para fazer uma debate na universidade.

Nenhum dos candidatos, que lideram as intenções de voto, confirmou presença em debate. A fala do petista foi feita para pessoas reunidas na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (FFLCH).

“Eu adoro vir aqui, debater. Debater não precisa ser só nós, de um partido só. Pode ser de outro partido político. Por exemplo, o Bolsonaro poderia vir aqui fazer um debate nas eleições”, provocou o ex-presidente. “Ele não vai vir porque ele não gosta de estudante, ele não vai vir porque o ministro da Educação dele [ex-ministro Milton Ribeiro] disse que universidade não precisa ser para todos, é só para uma pequena parte."

A educação foi o tema central da fala de Lula para a comunidade da USP. Entre os temas em que tocou, está o financiamento universitário.

"Como é que a gente pode conceber a ideia de que o país pode emprestar dinheiro para empresário, bilhões e bilhões, quando chega na época de financiar um estudante, mesmo que ele vá dar 'calote', tem problema? O que é um calote de um estudante, de R$ 15 mil ou 20 mil? Ele pode pagar com a qualificação do seu trabalho, melhorando a nossa capacidade produtiva”, avaliou.

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022:

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)