Lula eleito será “maior estelionato eleitoral do planeta Terra”, diz Ciro

Ciro Gomes vem recorrentemente criticando Lula, que lidera as pesquisas recentes de intenção para o Planalto
Ciro Gomes vem recorrentemente criticando Lula, que lidera as pesquisas recentes de intenção para o Planalto

O candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, avalia que uma possível eleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seria “um desastre” para o país. De acordo com o ex-ministro, ao criar a expectativa por “picanha e cerveja” durante a campanha, a vitória do petista será o “maior estelionato eleitoral do planeta Terra”.

“O aprofundamento dos ódios está produzindo o maior estelionato eleitoral da história brasileira. Se eu não conseguir salvar o Brasil dessa polarização odienta, se o Lula se eleger com a expectativa de picanha e cerveja que ele está deixando levar, como se a tarefa de parte de elite que está com ele dizendo que o problema é derrotar o fascismo, no dia seguinte, vai ser o maior estelionato eleitoral do planeta Terra“, afirmou Ciro ontem (15), em entrevista ao Roda Viva, programa da TV Cultura.

“Se ele for eleito, se eu não conseguir salvar o Brasil dessa polarização odienta e o Lula se eleger com essa expectativa”, avaliou Ciro, o resultado “será um desastre” para o país”, continuou o candidato.

O pedetista também chamou o ex-presidente de “demagogo” por ter aprovado, em 2006, a lei de drogas (Lei nº 11.343/2006) que, segundo o ex-governador do Ceará, contribuiu para que “quase 800 mil jovens negros e pobres da periferia” fossem para a cadeia.

Sobre o assunto, Ciro prometeu revogar a legislação e modificar as penas, mas afirmou que não iria descriminalizar as drogas no país.

O candidato ainda disse que Lula “está parado no tempo” e não tem a “menor moral” para apontar a corrupção do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL). Contudo, o pedetista afirmou que o petista não chega a ser uma ameaça para o sistema eleitoral brasileiro pois está no campo da democracia.