Lula cobra agilidade do governo para auxílio de R$ 600: “A fome tem pressa”

·1 min de leitura
Former Brazilian president Luiz Inacio Lula da Silva delivers a speech during an event titled: "Dialogue about inequality with global unions and general public" at the Geneva Press Club on March 6, 2020 in Geneva. (Photo by Fabrice COFFRINI / AFP) (Photo by FABRICE COFFRINI/AFP via Getty Images)
Lula durante congresso na Suíça no início de março de 2020 (FABRICE COFFRINI/AFP via Getty Images)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cobrou agilidade do governo federal para liberação do auxílio emergencial de R$ 600 por três meses, aprovado semana passada pelos deputados, para trabalhadores informais, autônomos ou microempreendedores individuais.

Lula usou o Twitter para fazer o apelo. “A única forma do povo se defender do coronavírus é ficando em casa. Ou o governo libera dinheiro urgente na mão do povo ou o povo vai começar a sair pra ganhar seu pão. Até quando vão precisar esperar? A fome tem pressa. E a única forma é o povo receber logo esse dinheiro”.

Leia também:

O projeto foi aprovado pelo Senado nesta segunda (30) e ainda precisa passar pela sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O governo federal ainda estuda como será a operação para o pagamento do recurso.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos