Lula confirma ida a 'debate pela democracia' da USP

Lula vai participar de debate na USP (NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
Lula vai participar de debate na USP (NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou, nesta quarta-feira, 10, que vai participar de um debate “em defesa da democracia” na Universidade de São Paulo (USP). O evento será realizado na segunda-feira, dia 15. Além do candidato à Presidência pelo PT, participarão o pré-candidato ao governo de São Paulo (SP) Fernando Haddad (PT) e a arquiteta e ativista Erminia Maricato e a filósofa brasileira Marilena Chauí.

O debate com o presidenciável ocorre dias após a assinatura dele na carta pela democracia, organizada pela Faculdade de Direito da USP. O manifesto, divulgado em 26 de julho, é considerado uma crítica às acusações do presidente Jair Bolsonaro (PL) contra as urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral brasileiro.

Lula chegou a dizer que não assinaria a carta para não haver conflitos de interesses, já que ele é candidato à República. Contudo, tanto o petista quanto sua esposa, Janja da Silva, assinaram o documento na última segunda-feira, 8.

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022:

Até segunda, a “Carta às brasileiras e aos brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito" tinha 801.374 assinaturas. Constam entre os signatários bancários, empresários, ex-ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), acadêmicos, artistas e 185 entidades. Candidatos à Presidência assinaram, entre eles Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PDT), Simone Tebet (MDB) e Felipe D'Avila (Novo). Os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Dilma Rousseff também apoiaram.

Além da carta promovida pelos ex-alunos da USP, Lula também assinou, nesta terça, um manifesto liderado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), também em defesa à democracia.

O debate com Lula, no entanto, deve ser realizado na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, e não na Faculdade de Direito.

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)