Lula convoca pré-candidatos do PT em busca de acordo para a Prefeitura de SP

Adriano Machado/Reuters

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Lula chama pré-candidatos do PT à Prefeitura de SP para reunião a fim de extrair acordo de compromisso de apoio efetivo ao vencedor da prévia, que acontece em 15 de março.

  • Partido espera recuperar terreno em cidades grandes e médias na eleição municipal; em SP, favorito de Lula, Haddad resiste a ser candidato.

 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva realiza nesta terça-feira (28) uma reunião com os pré-candidatos do PT à Prefeitura de São Paulo. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, o objetivo é buscar mais uma tentativa de acordo, ou, no mínimo, extrair dos postulantes um compromisso de apoio efetivo ao vencedor da prévia –marcada para 15 de março.

Segundo a colunista, o partido espera recuperar espaço em cidades grandes e médias na eleição municipal, uma vez que piorar os resultados de 2016, ainda no calor do do impeachment de Dilma Rousseff (PT), será difícil.

Leia também

O partido estima ter boas chances em São Bernardo, Diadema, Osasco e Guarulhos, na Grande São Paulo. Nessas cidades, ex-prefeitos serão os candidatos pelo partido. Nas capitais, a sigla prevê ser competitiva em Rio Branco, Fortaleza, Manaus, Recife e Salvador.

Em São Paulo, o nome que daria um bom resultado ao partido, na avalição da sigla, é o do ex-prefeito Fernando Haddad, que resiste à ideia.

Conforme a colunista Sonia Racy, do jornal O Estado de S.Paulo, Haddad é o nome de consenso na legenda, preferencial de Lula e estará na reunião – ao lado da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, do presidente estadual, Luiz Marinho, e do municipal, Laércio Ribeiro.

Até agora, os seis nomes colocados para disputa são os deputados federais Alexandre Padilha, Carlos Zarattini e Paulo Teixeira, o vereador Eduardo Suplicy, o ex-deputado Jilmar Tatto e o ex-vereador Nabil Bonduki.

Entretanto, o próprio Lula tem comentado sobre a possibilidade de surgir um nome da sociedade civil, fora da política, para disputar a prefeitura paulistana.