Lula critica Vale por demora em pagar indenizações a atingidos por desastre de Brumadinho

Logo da Vale em unidade da empresa em Brumadinho

BRASÍLIA (Reuters) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou nesta sexta-feira a mineradora Vale por não ter pago as indenizações para as pessoas afetadas pelo desastre de Brumadinho, em que 270 pessoas morreram pelo rompimento de uma barragem em janeiro de 2019.

"Não é possível que nossa querida Vale está fazendo propaganda das grandes árvores dela agora, mas não pagou ainda o desastre de Brumadinho, não pagou a casa das vítimas", disse Lula em discurso em Ipatinga (MG).

O desastre de Brumadinho ocorreu quando uma barragem da Vale que segurava detritos da mina Córrego do Feijão se rompeu e inundou a cidade, matando 270 pessoas.

Uma decisão judicial determinou que a empresa pague 150 milhões de reais em indenizações, mas a Vale tem recorrido das decisões.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)