Lula diz que Bolsonaro pode se tornar inelegível

Lula participa de cerimônia em Brasília

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira que o ex-presidente Jair Bolsonaro será investigado e, se for provado que teve envolvimento com os ataques de 8 de janeiro, será punido e ficará inelegível.

Lula, no entanto, disse não considerar o ex-presidente "cartas fora do baralho" para as eleições de 2026, mas disse que pretende tentar uma articulação internacional para evitar o fortalecimento da extrema-direita no mundo.

Apesar de defender uma investigação detalhada dos ataques de 8 de janeiro, o presidente afirmou ser contrário a uma CPI sobre o assunto, como já foi proposto por parlamentares alinhados com o governo.

"Temos instrumentos para fiscalizar o que aconteceu nesse país. Uma CPI pode não ajudar", disse.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu e Ricardo Brito; Edição de Alexandre Caverni)