Lula diz que cabe a Bolsonaro reconhecer derrota e que protestos são sem sentido

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quarta-feira (9) que cabe ao atual mandatário, Jair Bolsonaro (PL), reconhecer a derrota.

O petista afirmou ainda que os protestos de bolsonaristas inconformados com o resultado das urnas não fazem sentido.

"Ninguém, vai acreditar no discurso golpista de alguém que perdeu as eleições" disse Lula.

"Cabe ao presidente reconhecer a sua derrota, cabe a ele fazer uma reflexão, e se preparar para daqui a uns anos concorrer outra vez, assim é o jogo democrático."

A declaração foi dada pelo petista após se reunir com o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Alexandre de Moraes.

O ministro presidiu as eleições gerais, encerradas no último dia 30, sob fortes críticas de Jair Bolsonaro, derrotado no pleito. Pouco antes da ida ao TSE, Lula se encontrou com os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).

O petista lembrou que perdeu três eleições presidenciais e que, a cada vez que perdia, ficava triste e ia para casa lamentar.

"Eu nunca entrei em depressão porque corintiano não entra em depressão, mas eu ia lamentar, ficar quieto durante um tempo, pensar onde eu errei", afirmou.