Lula diz que tem orgulho de Dilma e que ela será cabo eleitoral na campanha

Lula e Dilma (Foto: REUTERS/Charles Platiau)
Lula e Dilma (Foto: REUTERS/Charles Platiau)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta sexta-feira (29), durante entrevista à Rádio Jornal, de Pernambuco, que sente muito orgulho da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), e que ela será cabo eleitoral de sua campanha.

“Dilma irá fazer da minha campanha o que quiser. Será cabo eleitoral da minha campanha. Dilma, assim como eu, não tem medo de pergunta. Dilma será minha companheira antes, durante e depois das eleições”, disse.

Segundo o petista, o Brasil começou a dar errado quando Eduardo Cunha assumiu a presidência da Câmara dos Deputados.

“Ele resolveu criar bombas (no Congresso Nacional) todos os dias contra Dilma. Tentar jogar culpa da quebradeira em cima da Dilma é tentar apaziguar o golpe de 2016, que foi o que quebrou esse país”, avaliou.

Lula também defendeu a gestão da companheira de partido. Para ele, quem for criticar Dilma, precisa lembrar que até dezembro de 2014, quando ela terminou o primeiro mandato, “o desemprego era de 4%, 5%, padrão da Suécia, Noruega, Dinamarca e Alemanha”.

Apoio da Rede

Na quinta (28), Lula participou do encontro com lideranças do partido Rede Sustentabilidade, em Brasília. A legenda anunciou oficialmente o seu apoio à candidatura do petista ao Planalto.

Em seu discurso, o ex-presidente agradeceu a decisão dos colegas e afirmou que o povo brasileiro dará um “golpe no fascismo” nas eleições deste ano.

No domingo, Lula participará do ato de 1º de Maio promovido pelas centrais sindicais, em São Paulo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos