Lula diz querer isentar do Imposto de Renda quem ganha até R$ 5.000

Lula durante ato em São Bernardo do Campo (SP) (Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images)
Lula durante ato em São Bernardo do Campo (SP) (Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images)

O ex-presidente e candidato à Presidência da República pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta quarta-feira (17) que estuda isentar o Imposto de Renda para quem ganha até R$ 5 mil. Atualmente, está livre do tributo quem recebe até R$ 1.903,98.

“Eu fico pensando por volta de R$ 5 mil. Até lá as pessoas não precisariam pagar Imposto de Renda. Vamos ter que discutir, porque na hora que você fizer isso vai ter que deixar de arrecadar uma quantidade enorme de dinheiro que você vai ter que dizer de qual outra fonte vai tirar recurso”, disse ele.

E acrescentou: “Agora, o reajuste [da tabela], independentemente de qualquer coisa, a gente vai fazer todo ano. Ora, se tudo se reajusta nesse país, por que a tabela do Imposto de Renda não pode ser reajustada para aqueles que vive de salário?”.

O registro foi feito pelo portal Poder 360.

Na manhã de hoje, o petista concedeu entrevista à rádio Super, de Belo Horizonte.

Além das declarações sobre o Imposto de Renda, o candidato ao Palácio do Planalto afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (PL) estava desconfortável durante a posse de Alexandre de Moraes como presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Segundo Lula, Bolsonaro “ouviu tantas vezes a palavra democracia” que ficou em uma situação incômoda.

“Bolsonaro estava muito incomodado ontem no TSE, porque ouviu tantas vezes a palavra democracia e críticas às mentiras. Era visível o desconforto. E eu compreendo isso, porque ele não gosta de democracia, e ontem foi um ato em defesa do Estado Democrático no Brasil”, disse o ex-presidente na entrevista.

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022:

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)