“Lula está muito bem” após cirurgia, garante Roberto Kalil Filho, médico do petista

Cardiologista avalia que Lula tem uma
Cardiologista avalia que Lula tem uma "disposição invejável"

(REUTERS/Rodrigo Antunes)

  • Cardiologista de Lula afirma que ele "está muito bem";

  • Petista passou por uma cirurgia no domingo passado para a retirada de leucoplasia;

  • Roberto Kalil Filho classificou o procedimento como "um sucesso".

O cardiologista Roberto Kalil Filho, médico de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), afirmou que o presidente eleito “está muito bem” após a cirurgia para a retirada de leucoplasia, uma lesão na laringe. Em entrevista à revista Veja, o médico afirmou que a disposição do petista “é invejável”.

"Foi rápido e um sucesso”, avaliou o procedimento. “A lesão não está mais lá. Era algo benigno e a herança mostrou ausência de qualquer malignidade. A cirurgia foi realizada no último domingo (20) e a orientação é de que o petista permaneça em repouso de voz durante alguns dias.

Para respeitar os conselhos médicos, Lula cancelou sua agenda em Brasília nesta semana e deve viajar apenas na próxima terça-feira (29), de acordo com a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann. Kalil também aponta que a chance do tumor que o petista teve na laringe em 2011 voltar “é muito baixa”.

Sobre a rouquidão do eleito, o cardiologista responde que está dentro do previsto. "O presidente a manifesta faz tempo. É preciso lembrar também que, durante a campanha, forçou a voz, falando muito". E acrescentou: Lula está muito bem. Ele fez uma avaliação clínica completa envolvendo a parte cardiológica, urológica, tudo. Está ótimo. A disposição dele é invejável”.

Do ponto de vista físico e mental, Kalil julga que Lula está pronto para enfrentar os quatro anos de Presidência e destaca a importância da socióloga Janja, esposa do petista, em sua recuperação. "É seu estímulo, porto seguro e felicidade. Está sempre do lado dele. No procedimento de domingo, por exemplo, Janja não saiu de perto. Acompanhou tudo, passou a noite no hospital. Nós brincamos que, quando auscultamos o coração dele, o som que ouvimos é 'Janja, Janja'”.

Além de médico de Lula, Kalil também comanda uma comissão de especialistas que assessora a área de saúde da equipe de transição de governo. A meta do grupo, segundo Kalil, é escolher três pontos mais relevantes como foco, sendo um deles a saúde digital.