Lula fará périplo em tribunais e Congresso após voltar de descanso na Bahia

SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP, 30.10.2022 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato ao Planalto pelo PT, interage com apoiadores após votar na Escola João Firmino, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, no segundo turno das eleições. (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)
SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP, 30.10.2022 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato ao Planalto pelo PT, interage com apoiadores após votar na Escola João Firmino, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, no segundo turno das eleições. (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), fará na semana que vem uma visita aos presidentes dos tribunais superiores, da Câmara e do Senado. Com o gesto, o petista pretende demonstrar respeito ao Legislativo e ao Judiciário.

O périplo inclui uma visita aos presidentes do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Alexandre de Moraes, e do STF (Supremo Tribunal Federal), Rosa Weber.

Em outro aceno ao Legislativo, o presidente eleito já avisou aos aliados que o Executivo não vai interferir na sucessão da Câmara e do Senado. A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), foi porta-voz da mensagem durante reunião com presidentes de partidos nesta terça-feira (1º).

Durante a reunião, Gleisi afirmou que toda vez que o Executivo se prejudica toda vez que se envolve na disputa pelas presidências da Câmara e do Senado, segundo avaliação de Lula.

Lula embarcou nesta terça-feira (1) para Bahia. Ele e a mulher, Rosângela da Silva, a Janja, vão passar a semana em Trancoso, no sul do estado. Na terça-feira, ele viajará a Brasília.

Na reunião com presidentes de partidos, Gleisi pediu que os fossem apresentados nomes para composição da equipe de transição. Eles serão submetidos ao coordenador-geral da equipe, Geraldo Alckmin, na quinta-feira.

Também na quinta-feira, deverá ocorrer um encontro entre Alckmin e o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, para dar início ao processo de transição.