Lula faz apelo por vacinação contra a Covid e cita festa de fim de ano

Lula relembrou que quase 70 milhões de brasileiros ainda não fizeram reforço de sua vacinação contra a Covid. (Foto: REUTERS/Mohamed Abd El Ghany)
Lula relembrou que quase 70 milhões de brasileiros ainda não fizeram reforço de sua vacinação contra a Covid. (Foto: REUTERS/Mohamed Abd El Ghany)
  • Lula lembra festas de fim de ano e faz apelo para que população reforce a vacinação contra Covid;

  • Quase 70 milhões de brasileiros ainda não tomaram dose de reforço;

  • A média de casos está em alta e 116 novas mortes foram registradas na segunda-feira (28)

Luiz Inácio Lula da Silva (PT), presidente eleito, usou as redes sociais nesta quarta-feira (30) para lembrar a população sobre a importância de tomar o reforço da vacina contra a Covid antes das festas de fim de ano.

Na publicação, o petista lembrou que quase 70 milhões de brasileiros estão com o reforço do imunizante em atraso.

"As festas de fim de ano estão chegando. Quase 70 milhões ainda não tomaram a dose de reforço. Podemos perder vacinas em 2023 por falta de campanhas de incentivo do atual governo. Peço que se vacinem e atualizem o calendário de vacinas das crianças. Vamos proteger quem amamos", escreveu Lula no Twitter.

Na segunda-feira (28), o Brasil registrou 116 novas mortes por complicações da Covid-19. A média móvel de casos teve variação de 155% nos últimos 7 dias e apresenta tendência de alta pelo 9º dia, segundo informações do portal G1.

Já estamos no quinto dia com média de registros acima de 20 mil casos diários.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, já foram registradas 689.717 mortes pela doença no país.

Doze estados registram tendência de aumento da doença: MG, GO, BA, PB, MS, SC, RJ, PE, SP, PA, RS, CE.

Outros sete apresentam estabilidade: AM, DF, ES, AC, RR, RN, MA, SE.

Paraná, Roraima, Mato Grosso e Alagoas apresentam tendência de queda e dois estados ainda não divulgaram números: o Piauí e o Tocantins.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.