Lula faz apelo sobre jornalista e indigenista desaparecidos na Amazônia: 'Espero que sejam encontrados logo'

Na tarde desta segunda (06), o ex-presidente Lula destacou o caso do desaparecimento do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips na Amazônia. Em suas redes sociais, Lula disse esperar que eles sejam encontrados em segurança. A dupla está desaparecida desde o domingo (05), quando não concluíram uma viagem para Atalaia do Norte (AM).

Leia mais: Governo monta força-tarefa para buscar indigenista e jornalista desaparecidos na Amazônia

Veja: Bilhete com ameaça a indigenista da Funai partiu de pescadores invasores

"O indigenista Bruno Araújo Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips estão desaparecidos na Amazônia. Estavam na região reportando invasões de terras indígenas. Phillips me entrevistou para o @guardian em 2017. Espero que sejam encontrados logo, que estejam bem e em segurança ", escreveu o perfil de Lula no Twitter.

Buscas: Editor de meio ambiente do 'The Guardian' pede urgência nas buscas por jornalista e indigenista desaparecidos

"Inaceitável": OAB repudia caso de racismo contra menino de 3 anos fantasiado de macaco em escola de SP:

Nos últimos anos, Dom Phillips escreveu diversas matérias sobre Lula, incluindo desdobramentos da Operação Lava-Jato e movimentações políticas associadas ao PT. Em 2017, Phillips publicou, pelo Guardian, a matéria " O herói esquerdista do Brasil se deleita em adulação enquanto tenta reviver glória política", em que acompanhou uma viagem de Lula pelo Nordeste e sua presença em comícios organizados após sua condenação. No texto, o jornalista narrou a popularidade do ex-presidente, através de depoimentos de militantes, além de contar a trajetória política de Lula até então.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos