Lula justifica silêncio sobre indulto e diz que Bolsonaro foi estúpido

·1 min de leitura
*ARQUIVO* SAO PAULO -SP - POLITICA - O presidente Lula se encontra com lideranças femininas em São Paulo 010/03/2022 (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)
*ARQUIVO* SAO PAULO -SP - POLITICA - O presidente Lula se encontra com lideranças femininas em São Paulo 010/03/2022 (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) justificou o seu silêncio diante do indulto concedido por Jair Bolsonaro (PL) na última quinta-feira (21) ao deputado bolsonarista Daniel Silveira, condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal), e afirmou que o presidente foi "estúpido" e "medíocre".

"O Bolsonaro foi estúpido quando fez essa decisão que ele tomou, essa graça que ele fez. Ele acha que é uma graça mesmo, não no sentido jurídico, mas do ponto de vista de sorrir. Ele foi medíocre", afirmou Lula em encontro com jornalistas nesta terça-feira (26).

"Essa é uma discussão que eu nem comentei nada, porque tudo o que ele queria, aconteceu. Ele abafou o Carnaval. Fez isso na quinta-feira e isso ficou no noticiário na sexta, no sábado, no domingo e na segunda. Tudo o que ele quer é que ele permaneça no noticiário, o que aconteceu", continuou o petista.

Como a Folha de S.Paulo mostrou, o silêncio de Lula sobre o assunto parte da avaliação do próprio ex-presidente e de aliados de que é preciso não cair na agenda imposta pelo presidente.

Ainda de acordo com eles, essa seria uma armadilha de Bolsonaro na tentativa de ditar a pauta das eleições presidenciais de outubro, desviando-se de problemas como a fome, a inflação, o preço dos combustíveis e o desemprego no Brasil.

Na quarta (20), Daniel Silveira foi condenado pelo STF a 8 anos e 9 meses de prisão, em regime inicial fechado, por ataques aos ministros da corte.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos