Lula lamenta morte de Isabel do Vôlei: 'uma referência'

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva lamentou a morte da ex-jogadora de vôlei Isabel Salgado. A atleta, que fazia parte da equipe de transição na área de esportes, morreu na manhã desta quarta-feira aos 62 anos.

Em nota, Lula afirmou que Isabel era uma referência e destacou sua atuação não só no esporte, mas também fora das quadras. A causa da morte da atleta ainda não foi divulgada.

"Isabel Salgado não foi apenas um símbolo para o esporte, mas também de luta na defesa de seus ideais. Seu pioneirismo no esporte abriu as portas para muitas brasileiras. Suas conquistas levaram o Brasil a outro patamar na história do vôlei feminino" escreveu Lula.

O presidente eleito ressaltou ainda os motivos que levaram à escolha de Isabel para equipe de transição:

"Uma referência tanto na quadra quanto na praia, foi convidada a integrar o Grupo Técnico de Esporte no Gabinete de Transição por sua competência como atleta e voz ativa por um país mais justo", disse.

Por fim, Lula prestou condolências aos familiares de Isabel, a quem chamou de "eterna".

"Meus sentimentos e solidariedade aos filhos, netos, familiares e admiradores de Maria Isabel Barroso Salgado, nossa eterna Isabel do Vôlei.