Lula na revista Time: “Bolsonaro estimula o racismo no Brasil”

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Em entrevista à revista Time, Lula declarou que Bolsonaro tem papel no racismo brasileiro (Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images/ EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Em entrevista à revista Time, Lula declarou que Bolsonaro tem papel no racismo brasileiro (Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images/ EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

Resumo da notícia

  • Ex-presidente Lula afirmou que Jair Bolsonaro estimula o racismo

  • Petista fez críticas sobre a violência policial, que mata jovens negros em periferias

  • Lula ressaltou a importância da educação no combate ao racismo

Em entrevista à revista Time, Lula (PT) fez críticas ao racismo estrutural no Brasil e afirmou que o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) estimula o preconceito.

Questionado sobre a situação da população negra no Brasil, Lula lamentou a violência policial contra a jovens nas periferias. Além disso, o petista relatou que estudou sobre a escravidão quando estava preso.

“Eu li muito sobre a escravidão quando eu estava preso e eu às vezes tenho dificuldade de compreender o que foram 350 anos de escravidão. E eu tenho mais dificuldade de compreender que a escravidão ela está dentro da cabeça das pessoas, o preconceito está dentro da cabeça das pessoas”, disse Lula.

Segundo o petista, a chave para o fim do preconceito é a educação. “Aqui no Brasil, na periferia brasileira, milhares de jovens são mortos quase todo mês, todo ano. Então não é possível isso continuar. Quando eu estava na presidência nós criamos uma lei para que a história africana fosse contada na escola brasileira. Para que a gente aprendesse sobre a história africana para não ver os africanos como cidadãos inferiores. Então nós precisamos começar essa educação dentro de casa, na escola.”

Lula comentou, então, sobre o papel do presidente Jair Bolsonaro. Para o petista, o presidente estimula o preconceito. “O Bolsonaro despertou o ódio, despertou o preconceito. Aí tem outros presidentes também na Europa, na Hungria, [que fazem o mesmo]; está aparecendo muito fascista, muito nazista no mundo.”

Perguntado se Bolsonaro seria o responsável pelo racismo no Brasil hoje, Lula negou. “Eu não diria que ele tem culpa pelo racismo porque o racismo é crônico no Brasil. Mas ele estimula.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos