Lula não elogiou Bolsonaro por transposição do São Francisco em discurso viralizado

Trabalhadores em um dos canais da obra de transposição do rio São Francisco, em Pernambuco, em 24 de janeiro de 2014 (Foto: Reuters / Ueslei Marcelino)
Trabalhadores em um dos canais da obra de transposição do rio São Francisco, em Pernambuco, em 24 de janeiro de 2014 (Foto: Reuters / Ueslei Marcelino)
  • Vídeo de Lula discursando circula nos redes sociais

  • Usuários afirmam que o ex-presidente teria supostamente reconhecido que Bolsonaro foi responsável por finalizar a transposição do rio São Francisco

  • A gravação, no entanto, foi cortada para simular o elogio, deixando de fora crítica de Lula ao atual presidente

Um vídeo no qual o ex-presidente Lula (PT) fala sobre a transposição do Rio São Francisco circula nas redes sociais com dezenas de compartilhamentos. Segundo usuários, o ex-mandatário teria supostamente elogiado o presidente Jair Bolsonaro (PL) por finalizar a obra. No entanto, o registro foi cortado para deixar de fora a crítica de Lula a Bolsonaro por afirmar que a obra é um feito de sua gestão e não dos governos petistas.

Captura de tela de um vídeo de Lula viralizado como se ele estivesse elogiando Bolsonaro por obra de transposição do São Francisco (Foto: Facebook / Reprodução)
Captura de tela de um vídeo de Lula viralizado como se ele estivesse elogiando Bolsonaro por obra de transposição do São Francisco (Foto: Facebook / Reprodução)

O vídeo viralizado foi originalmente no TikTok e conta com mais de 220 mil interações. A legenda da publicação, no entanto, não afirma que Lula elogiou Bolsonaro.

A gravação original do discurso de Lula foi publicada no YouTube em abril deste ano e retrata um encontro do ex-presidente com lideranças do PSB, ocorrido em Brasília, em 28 de abril:

Na fala completa, da qual foi retirado o trecho viralizado, o ex-mandatário não elogia o atual presidente. Na verdade, ele criticou Bolsonaro por se promover como o principal responsável pela obra:

“Fizemos um canal de quase 640 km que era para estar pronto logo depois que eu deixei o governo, e ele ficou pronto agora. O nosso governo, Alckmin, fez 88% das obras. No governo Temer foi feito 7% das obras. E esse cidadão, que não preside esse país, quem ele preside são os milicianos que vivem em volta dele, ele terminou apenas 5% da obra. Está fazendo propaganda na televisão como se fosse ele que tivesse levado a água do São Francisco para a Paraíba, para o Rio Grande do Norte, para o Ceará, para Pernambuco e para outros estados que precisavam dessa água.”

Essa peça desinformativa também foi analisada pelo Aos Fatos.