Lula não foi substituído por dublê: Imagem com dez dedos é montagem

Presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em encontro com políticos na Justiça Eleitoral em Brasília, em 10 de novembro de 2022 (Foto: AFP via Getty Images / Sergio Lima)
Presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em encontro com políticos na Justiça Eleitoral em Brasília, em 10 de novembro de 2022 (Foto: AFP via Getty Images / Sergio Lima)

Usuários espalham nas redes sociais uma imagem do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com dez dedos para comprovar que ele teria supostamente sido substituído por um dublê. Mas a foto é uma montagem. Na imagem original, Lula aparece com nove dedos na mão esquerda.

Captura de tela de uma publicação que alega falsamente que Lula teria sido substituído por um
Captura de tela de uma publicação que alega falsamente que Lula teria sido substituído por um "dublê" (Foto: Facebook / Reprodução)

Uma busca reversa no Google pela imagem utilizada nos boatos direcionou à fotografia original. Ela foi publicada originalmente no perfil oficial de Lula no Twitter. Na foto, sua mão esquerda aparece sem o dedo mindinho, com nove dedos:

Lula perdeu o dedo mínimo esquerdo em um acidente de trabalho em 1964 quando atuava como torneiro mecânico.

A montagem foi compartilhada após boatos de que Lula teria sido internado no Hospital Sírio-Libanês em estado grave circularem nas redes. Essa informação também é falsa, conforme verificado pelo Yahoo! Notícias na última terça-feira (8). A assessoria do presidente eleito negou que ele tenha sido internado. O Hospital Sírio-Libanês confirmou que Lula não foi internado no local.

Atualizações ao vivo

Quem é Lula?

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito presidente do Brasil nesta domingo (30). Com 50,83% dos votos, ele venceu o presidente Jair Bolsonaro (PL), que teve 49,17%. Essa será a terceira vez em que Lula será presidente da República, depois de ficar no cargo de 2002 a 2010. Agora, ele ocupará o posto até 2026. O vice-presidente será Geraldo Alckmin (PSB).

Entre as promessas de campanha do petista, ele comprometeu substituir o Auxílio Brasil pelo Novo Bolsa Família, com valor base de R$ 600, além de reajustar o salário mínimo acima da inflação, com valorização real. O petista se comprometeu a não tentar a reeleição ao fim do novo mandato, quando terá 81 anos.

Um dos desafios de Lula ao longo do período na presidência será a negociação com o Congresso Nacional. O PT conseguiu 68 deputados, mas a oposição é mais numerosa, o que pode gerar dificuldades para que Lula consiga aprovar projetos.

Ao longo do mandato, o presidente poderá indicar outros dois ministro ao Supremo Tribunal Federal, já que, em 2023, Ricardo Lewandowski e Rosa Weber deixarão os cargos, em maio e outubro, respectivamente.

História na política

Lula começou a militância na política como sindicalista, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. O petista já ocupou o cargo de deputado federal, sendo o candidato mais votado em 1986, com 651.753 mil votos.

Em 1989, Lula concorreu à presidência pela primeira vez, quando foi derrotado por Fernando Collor. Depois, perdeu a disputa em 1994 e, depois, em 1998, ambas vezes para Fernando Henrique Cardoso. O petista foi eleito pela primeira vez em 2002, quando derrotou José Serra (PSDB), e reeleito em 2006, vencendo o agora vice, Geraldo Alckmin, então no PSDB.

Lula deixou o posto com aprovação recorde, com 87% de avaliação positiva.

Biografia

Luiz Inácio Lula da Silva tem 67 anos e nasceu em 27 de outubro de 1945 em Garanhuns, cidade no interior de Pernambuco. Sétimo filho de Eurídice Ferreira de Mello, a família migrou para São Paulo no "pau de arara" e viveu no Guarujá. Em 1956, a família foi para São Paulo e, mais tarde, Lula se instalou no ABC Paulista, onde foi presidente do Sindicato dos Metalúrgicos.

Em 10 de fevereiro de 1980, Lula fundou o PT, juntamente com outros sindicalistas, intelectuais, políticos e representantes de movimentos sociais, como lideranças rurais e religiosas.

Lula foi casado com Marisa Letícia e teve cinco filhos: Luis Cláudio, Fábio Luiz, Sandro Luis, Marcos Cláudio e Lurian. Marisa Letícia morreu em 2017 após um acidente vascular cerebral.

Em 2022, Lula se casou novamente, com a socióloga Rosângela da Silva, a Janja.

O petista foi investigado pela Operação Lava Jato por favorecimento de empreiteiras e, em 2018, foi preso após ser julgado e condenado pelo ex-juiz Sergio Moro. Todas as condenações foram anuladas, após Moro ser considerado suspeito.