Lula pode perder para Bolsonaro e ficar sem palanque em MG

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Lula está em Belo Horizonte e tenta encontro com Alexandre Kalil (Foto: NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
Lula está em Belo Horizonte e tenta encontro com Alexandre Kalil (Foto: NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)

Resumo da notícia

  • Ex-presidente Lula está em Belo Horizonte e tenta encontro com Alexandre Kalil para negociar apoio em Minas

  • PSD condiciona apoio a Lula em troca de PT abrir mão de candidato ao Senado

  • Em Minas, além de BH, ex-presidente irá para Contagem e Juiz de Fora

Nesta segunda-feira (9), o ex-presidente Lula (PT) foi para Minas Gerais, onde tem compromissos políticos. Segundo informações do jornalista Valdo Cruz, da TV Globo, o Partido dos Trabalhadores estaria com dificuldades de conseguir negociado com o PSD, que terá Alexandre Kalil como candidato ao governo mineiro.

Sem um acordo com o PT, o PSD poderia optar por apoiar Jair Bolsonaro (PL) no estado. Ao mesmo tempo, Bolsonaro tem alinhamento com o grande oponente de Kalil, Romeu Zema (Novo), que tenta a reeleição.

Segundo a TV Globo, a questão é o candidato ao Senado. O PSD pretende lançar o senador Alexandre Silveira à reeleição. Já o PT gostaria que o deputado federal Reginaldo Lopes fosse o candidato da chapa. O PSD de Minas Gerais já teria avisado a Lula que, caso o PT tenha um candidato próprio ao Senado, o partido não apoiará o ex-presidente.

Minas Gerais é um dos estados considerados chaves para garantir o resultado da eleição presidencial. Ainda de acordo com o jornalista Valdo Cruz, Lula teria chamado Kalil para almoçar nesta segunda-feira, mas o convite foi recusado. Agora, o petista tenta um jantar com o ex-prefeito de Belo Horizonte.

Encontro em BH

Nesta segunda, Lula teve o primeiro encontro com lideranças política na capital mineira. Estiveram presentes líderes dos sete partidos que integram a aliança em torno do petista: Rede, PCdoB, PV, Solidariedade, PSOL, PSB e o próprio PT. Reginaldo Lopes, indicado do PT para o Senado, esteve presente no encontro.

Nesta noite, ainda deve ocorrer um ato para Lula no Centro de Exposições Expominas. Além de Belo Horizonte, o ex-presidente visita ainda as cidades de Contagem e Juiz de Fora.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos