Lula quer recriar Ministério da Previdência Social

Lula quer recriar ministério da Previdência Social se for eleito (AP Photo/Marcelo Chello)
Lula quer recriar ministério da Previdência Social se for eleito (AP Photo/Marcelo Chello)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) prometeu recriar o Ministério da Previdência Social caso seja eleito para terceiro mandato nas eleições de outubro deste ano. Durante reunião com representantes de associações de aposentados e idosos nesta quinta-feira, 22, em São Paulo, o petista declarou que a população mais velha é “parte muito importante da nação brasileira”.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

“Vamos recriar o Ministério da Previdência Social”, disse Lula. “No meu partido, a gente tem cota de participação para jovem, mulher —mulher agora é paridade—. A gente tem para negro, sabe, tudo tem cota. E não tem cota para nós [idosos]. Somos uma parte muito importante da nação brasileira”, declarou.

O petista ainda cobrou engajamento político do público e disse que eles precisam de uma “motivação”: “a motivação é a gente se sentir útil, participar da atividade política, dar palpite nas coisas, se interessar pelo que acontece. Se a gente não se interessa, nem o nosso neto ouve a gente”, afirmou Lula, que completa 77 anos em 27 de outubro desde ano.

No Twitter, em publicação após o evento, o petista disse que vai construir “uma Previdência humanizada”.

Lula ainda criticou a gestão do presidente Jair Bolsonaro (PL) na área.

“A impressão que a gente tem é que a fila que existe na previdência [é] porque o governo acha que pode pagar menos para sobrar mais dinheiro, sobra para ele encher o bolso do orçamento secreto”, declarou o candidato.

Ao longo da campanha, o candidato já apontou a criação de pelo menos 10 ministérios. Além da pasta da Previdência, ele também mencionou o Ministério da Mulher, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. Também falou sobre o Ministério dos Povos Originários, da Fazenda, Pequena e Média Empresa, Segurança Pública, Pesca e Cultura, além do Ministério do Planejamento.