Lula se reúne com papa Francisco para discutir combate à pobreza

Lucas Ferraz

ROMA — O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu nesta quinta-feira com papa Francisco, no Vaticano, em uma audiência privada por quase uma hora. Foi o primeiro encontro entre os dois. A reunião, que não constou na agenda do pontífice, aconteceu na casa de hóspedes Santa Marta, dentro da Cidade do Vaticano, onde mora o argentino.

Lula chegou acompanhando por uma pequena comitiva à qual estavam o ex-ministro Celso Amorim (que comandou o Itamaraty nos seus oito anos de governo) e seu fotógrafo oficial, Ricardo Stuckert, que registrou o encontro. Segundo a assessoria de Lula, no encontro o ex-presidente discutiu com Jorge Mario Bergoglio o combate à pobreza — um dos principais temas da agenda de Francisco.

A reunião entre o brasileiro e o argentino foi intermediado pelo presidente da Argentina, Alberto Fernández, que visitou o conterrâneo no Vaticano no dia 31 de janeiro.

Esta é a primeira viagem internacional de Lula após ele deixar a prisão, em novembro. A ida à Itália foi autorizada pela Justiça de Brasília, que adiou uma audiência que ele teria referente à Operação Zelotes desta para a próxima semana.

Na noite desta quinta Lula será recebido na Confederação Geral dos Trabalhadores Italianos, uma espécie de CUT local, onde será recepcionado por brasileiros residentes na Itália do Comitê Lula Livre.

O ex-presidente deve retornar ao Brasil no sábado (15). Segundo informou o Itamaraty, os diplomatas brasileiros baseados em Roma não estão auxiliando Lula na viagem pois ela “não tem caráter oficial”.