Lula se reaproxima de Bolsonaro no Sudeste, mostra Datafolha

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 16.10.2022 - O ex-presidente Lula (PT) durante o debate com os candidatos à Presidência da República. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 16.10.2022 - O ex-presidente Lula (PT) durante o debate com os candidatos à Presidência da República. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta (27) indica que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a se aproximar de Jair Bolsonaro (PL) no Sudeste, região mais populosa do país onde os dois adversários têm buscado votos a três dias das eleições.

A distância entre eles ali variou de 7 para 4 pontos percentuais na última semana e agora está no limite da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O presidente agora tem 48%, e o petista, 44%.

No Nordeste, que abriga o segundo maior eleitorado, Lula sustentou a vantagem do último levantamento, marcando 67% contra 28% do rival. Ele também teve oscilações positivas no Norte, onde ambos empatam tecnicamente, e no Centro-Oeste, onde Bolsonaro ganha.

O Sul foi o único local com variações favoráveis ao atual mandatário. Ele passou de 55% para 58% na região, enquanto o petista foi de 38% para 36%, mas a margem de erro também é maior, de cinco pontos.

No Brasil, 43% do eleitorado está no Sudeste, 27% no Nordeste, 14% no Sul, 8% no Norte e 7% no Centro-Oeste, segundo o Datafolha.

O Datafolha ouviu 4.580 pessoas em 252 municípios entre terça (25) e esta quinta-feira (27). A pesquisa foi encomendada pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo e está registrada sob o código BR-04208/2022 no Tribunal Superior Eleitoral. A margem de erro geral do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O índice de confiança é de 95%.

As pesquisas eleitorais são um retrato da intenção dos eleitores no momento em que as entrevistas são feitas, e não uma projeção do resultado eleitoral, que só será conhecido no dia do pleito, com a apuração oficial.