“Lula será eleito no primeiro turno”, diz ex-ministro da Fazenda

·2 minuto de leitura
Ex-presidente Lula em discurso no Sindicatos dos Metalúrgicos no ABC paulista
Ex-presidente Lula recuperou direitos políticos após decisão do STF (Photo by Cris Faga/Anadolu Agency via Getty Images)
  • “Lula será eleito no primeiro turno”, diz ex-ministro da Fazenda

  • Em entrevista à revista Veja, Delfim Netto diz que ex-presidente Lula "vai dar um banho" na eleição de 2022

  • Segundo ele, governo de Jair Bolsonaro "já está morto"

Antonio Delfim Netto, ex-ministro da Fazenda dos governos militares, prevê que a eleição presidencial do ano que vem está decidida. Em entrevista à revista Veja, Delfim Netto critica o governo do presidente Jair Bolsonaro que “já está morto” e vê que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será eleito no primeiro turno.

“Lula vai dar um banho. Será eleito no primeiro turno”, analisa o economista.

Leia também

"A economia vai se recuperar, apesar do governo. A sociedade já esqueceu o Bolsonaro, um governo morto na ideia. A gestão econômica tinha bons caminhos, mas o ministro Paulo Guedes ocupa, hoje, um papel menos relevante em um governo de preconceitos e caráter quase religioso”, disse o ex-ministro.

O ex-presidente já afirmou que é pré-candidato à eleição de 2022, após recuperar os direitos políticos, em março deste ano, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Em entrevista à revista francesa Paris Match, publicada na quinta-feira (20), Lula disse que "será candidato contra Bolsonaro" e garantiu que se estiver na melhor posição para ganhar as eleições e "com boa saúde", não hesitará.

"Penso que fui um bom presidente. Criei laços fortes com a Europa, América do Sul, África, Estados Unidos, China, Rússia. Sob meu mandato, o Brasil tornou-se um importante ator no cenário mundial, notadamente criando pontes entre a América do Sul, África e os países árabes, com o objetivo de estabelecer e fortalecer uma relação entre países do hemisfério Sul e demonstrar que o predomínio geopolítico do Norte não era imutável", declarou o ex-presidente.

No último dia 12, nova pesquisa eleitoral Datafolha mostra que o ex-presidente Lula é o favorito para a eleição presidencial de 2022. Segundo o levantamento, o petista aparece com 41% das intenções de voto no primeiro turno. Jair Bolsonaro (sem partido), em seguro lugar, tem 23%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos