Lula sobre atentado a escolas em Aracruz que deixou 3 mortos: “Tragédia absurda”

Após ataque em Aracruz, presidente eleito Lula manifestou apoio ao governador do estado do Espírito Santo, Renato Casagrande - Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino
Após ataque em Aracruz, presidente eleito Lula manifestou apoio ao governador do estado do Espírito Santo, Renato Casagrande - Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino
  • Lula lamenta atentado a escolas em Aracruz, no Espírito Santo;

  • Presidente eleito deixou sua solidariedade às vítimas do crime cometido por atirador;

  • Ao menos 3 pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas.

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), se manifestou na tarde desta sexta-feira (25) sobre o atentado a duas escolas no Espírito Santo que deixou ao menos 3 mortos e 11 feridos, segundo a Secretaria de Segurança Pública.

Pelo Twitter, Lula lamentou o ataque comandado por um atirador no município de Aracruz, norte do estado, e demonstrou apoio ao governador Renato Casagrande (PSB), que se pronunciou pela manhã sobre o ocorrido e garantiu que acompanhava “de perto” o trabalho das forças de segurança.

“Com tristeza soube do ataque as escolas de Aracruz, Espírito Santo. Minha solidariedade aos familiares das vítimas dessa tragédia absurda. E meu apoio ao governador @Casagrande_ES na apuração do caso e amparo para as comunidades das duas escolas atingidas”, escreveu o petista.

Entenda o caso

Por volta das 9h30 de hoje (25), um homem invadiu a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Primo Bitti. A Secretaria de Segurança Pública afirma que o autor do crime disparou com uma pistola assim que entrou no colégio. Depois, foi até a sala dos professores e fez novos disparou, matando dois profissionais.

Ele foi, em seguida, em direção à escola particular Centro Educacional Praia de Coqueiral, onde matou um aluno. As identidades das vítimas não foram divulgadas. Ao todo, três pessoas morreram e outras onze foram baleadas, sendo que uma delas teve que ser levada de helicóptero ao hospital.

O criminoso fugiu em um carro, mas foi encontrado nesta tarde. Em nota, a Polícia Rodoviária Rodoviária Federal (PRF) confirmou a prisão do atirador em Aracruz por volta das 14h10.

Linha do tempo do ataque à escola em Aracruz: