Lula tem 42% e Bolsonaro 35% no primeiro turno, segundo pesquisa PoderData

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa durante evento em São Paulo
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLIA (Reuters) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 42% das intenções de voto no primeiro turno, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece com 35%, de acordo pesquisa PoderData divulgada nesta quarta-feira.

A simulação para as eleições presidenciais de outubro mostra oscilação positiva do ex-presidente e variação negativa de Bolsonaro, ambas dentro da margem de erro do levantamento, que é de 2 pontos percentuais.

Com isso, a diferença entre ambos aumentou dos 5 pontos percentuais registrados há duas semanas para 7 pontos agora

O pré-candidato do PDT ao Palácio do Planalto, Ciro Gomes, registra 5% das intenções. Na sequência, aparecem o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB), com 4%; o deputado federal André Janones (Avante), com 3%; e a senadora Simone Tebet (MDB), com 2%.

Os demais nomes listados não alcançaram 1% das intenções de voto.

Em uma sondagem de eventual segundo turno, a distância entre Lula e Bolsonaro oscilou para cima em relação à pesquisa anterior. No confronto direto, o petista tem agora 49%, enquanto o presidente, 38%. Há duas semanas, segundo o instituto, Lula tinha 48% contra 39% de Bolsonaro.

A pesquisa realizou 3 mil entrevistas por telefones fixos e celulares entre os dias 8 e 10 de maio, e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Mais cedo, outro instituto havia mostrado uma tendência de estabilidade no cenário eleitoral, também com uma variação dentro da margem de erro entre Lula e Bolsonaro.

O ex-presidente lidera a disputa pela Presidência com 17 pontos percentuais de vantagem sobre o atual chefe do Executivo, mostrou pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira.

De acordo com o levantamento, Lula tem 46% da preferência do eleitorado, contra 45% na pesquisa anterior realizada em abril, ao passo que Bolsonaro soma 29%, ante 31% na pesquisa anterior.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu e Ricardo Brito)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos