Lula terá audiência de conciliação com homem que o ameaçou com arma em vídeo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) terá uma audiência de conciliação em 16 de agosto com José Sabatini, empresário que, em 2021, gravou vídeo em que ameaça atirar no petista enquanto dispara uma arma. O presidenciável apresentou queixa-crime por injúria, calúnia e difamação.

Em gravação divulgada em suas redes sociais em março do ano passado, Sabatini, que é de Artur Nogueira (SP), diz que Lula "vai ter problema" e dá tiros com uma arma de fogo em alvos pendurados em uma trave de futebol.

No vídeo, ele xinga Lula de "filho da puta" e "vagabundo" e diz que vai derramar seu próprio sangue, mas que não admitirá que o petista transforme o Brasil em Venezuela.

Os representantes de Lula pedem R$ 50 mil referentes a danos morais e falam em efeito pedagógico. Eles dizem que só uma indenização significativa pode reprimir atitudes semelhantes às do empresário, que em sua defesa disse que o petista tentava enriquecer com o processo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos