Lula topa participar de três debates: 'Não quero ficar refém de 50'

Lula garantiu que estará em alguns debates, mas questionou alto número de eventos marcados (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Lula garantiu que estará em alguns debates, mas questionou alto número de eventos marcados (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) garantiu que irá a debates, mas pediu um número menos de eventos para que ele possa comparecer. Segundo o petista, a prioridade é viajar pelo Brasil e, por isso, ele não poderia se tornar “refém” dos debates.

A proposta feita pelo Partidos dos Trabalhadores foi de fossem feitos “pools”, isto é, união de emissoras para reduzir o número de debates.

“O PT, através do comando da campanha, fez um ofício para os meios de comunicação, dizendo que gostaríamos de três debates, que fossem um pool entre todas as redes de televisão, para que a gente pudesse não ficar refém de 50 debates. Ou seja, eu preciso viajar o Brasil. Se a gente for fazer todo dia um debate, não dá para ficar atendendo tudo, se não, você não faz outra coisa”, afirmou Lula, em entrevista ao portal Uol.

Questionado se teria problemas em debater com o presidente Jair Bolsonaro (PL), Lula afirmou que poderia em enfrentar qualquer adversário em um debate. O petista declarou também que a estratégia de Bolsonaro é participar desse tipo de evento apenas no segundo turno.

“Eu irei em debate com qualquer pessoa, já participei de debate com tanta gente. Agora, o que o Bolsonaro está pensando? Ele já não foi no debate na outra campanha. Agora, ele está pensando ‘eu só vou em debate no segundo turno’. E, se você puder, lembra ele que pode não ter segundo turno. A eleição pode ser resolvida no primeiro turno”, afirmou Lula.

O ex-presidente declarou que não sabe se irá vencer no primeiro turno, mas procura trabalhar para isso. “A gente só vai saber dia 2 de outubro”, disse.

“O PT foi um dos partidos que mais brigou para que a gente tivesse eleição em dois turnos. Eu adoro debate, é uma coisa instigante. Como jogador gosta de final de Copa do Mundo, eu gosto de debate. Agora, o que eu quero é dar uma moralizada no número de debates, eu não sou um político de gabinete que quero só debates para aparecer, eu tenho que viajar muito, quero viajar os 27 estados da federação, eu quero abraças as pessoas, mas eu vou para os debates”, afirmou Lula.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos