Lula vai ao TSE para impedir Bolsonaro de usar visita a Londres em campanha

Lula (PT) (Foto: SILVIO AVILA/AFP via Getty Images)
Lula (PT) (Foto: SILVIO AVILA/AFP via Getty Images)

A campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu no domingo (18) ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que proíba o presidente Jair Bolsonaro (PL) de usar a viagem oficial a Londres, onde participou do velório da rainha Elizabeth II, como campanha eleitoral. A informação é do portal UOL.

Os advogados que representam o petista na corte, Cristiano Zanin e Angelo Ferraro, também pedem que seja determinada a remoção de links nas redes sociais do chefe do Executivo, de seu vice, Walter Braga Netto, e de políticos aliados que usarem imagens e o discurso do mandatário em Londres para fins eleitorais.

"Desde sua chegada a Londres, percebe-se que Bolsonaro confunde as figuras de presidente da República com a de candidato à reeleição, sequestrando atos oficiais da República brasileira para fazer campanha eleitoral, o que é absolutamente irregular", afirma a defesa de Lula.

Já a senadora Soraya Thronicke, candidata do União Brasil à Presidência, acionou o TSE contra Bolsonaro por suposto abuso de poder econômico e político na ida a Londres para o funeral da rainha Elizabeth II.

Ela também pede ao tribunal que proíba o uso das imagens da viagem pela campanha de Bolsonaro.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)