Lula vai encontrar pastores evangélicos no RJ na próxima semana

Reunião entre Lula e pastores está marcada para a próxima semana  e envolve lideranças religiosas que já apoiam o petista. (Foto: MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)
Reunião entre Lula e pastores está marcada para a próxima semana e envolve lideranças religiosas que já apoiam o petista. (Foto: MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem tido dificuldade de ganhar votos entre eleitores evangélicos. Na tentativa de acenar a esse público, que corresponde a 25% da população brasileira, a campanha do petista marcou um encontro entre ele e pastores para a próxima semana.

A reunião está marcada para o próximo dia 9 de setembro, em São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Contudo, o evento não deverá contar com a presença de pastores de tendências mais voltadas à direita, segundo informações da Rádio CBN.

A campanha de Lula tem buscado articulação com fiéis principalmente depois que uma notícia falsa tem sido divulgada por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) de que, se eleito, o petista fecharia templos religiosos.

Nesse encontro, o candidato vai se encontrar somente com evangélicos que são apoiadores dele.De acordo com a rádio, houve sondagem de alas da Assembleia de Deus a respeito de uma conversa com Lula, mas não saiu do papel por conta de protestos de deputados bolsonaristas.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (1º) mostrou que Bolsonaro mantém a liderança entre os evangélicos.

Na comparação com o levantamento anterior, de 18 de agosto, o atual mandatário oscilou de 49% para 48% no grupo, contra os 32% estáveis do ex-presidente Lula.

Contudo, o petista se destaca entre os católicos, tendo variado de 52% para 51% entre eles, contra uma flutuação de 27% para 28% do adversário.

O levantamento, contratado pela Folha e pela TV Globo, ouviu 5.734 eleitores acima de 16 anos em 285 cidades. O número do registro na Justiça Eleitoral é BR- 00433/2022.

Foi considerada a pergunta estimulada, ou seja, em que os candidatos são mencionados. A margem de erro total do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, mas muda para três pontos entre os evangélicos.