Lula vence em urnas de Budapeste, na Hungria

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebeu 481 votos em duas seções eleitorais em Budapeste, na Hungria, ante 83 votos do presidente Jair Bolsonaro (PL). O valor equivale a 85,3% dos votos para o petista, contra 14,7% do atual chefe do Executivo.

Também foram registrados 15 votos em branco ou nulos, não considerados para a totalização dos resultados feita pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A Hungria, entretanto, é chefiada por Victor Orbán, primeiro-ministro desde 2010 e aliado a Jair Bolsonaro (PL), que visitou o país em fevereiro deste ano após ir à Rússia para conversas com Vladimir Putin.

O candidato à reeleição chamou Orbán de irmão "dadas as afinidades" e afirmou que os dois representam valores de Deus, pátria, família e liberdade.

Bolsonaro também disse que a Hungria, de dez milhões de pessoas é um "pequeno grande irmão" do Brasil.

O chefe de governo húngaro vem acumulando poderes por meio de uma guinada autoritária, tornando-se inspiração para vários líderes para a ultradireita.