Lula viaja a Brasília nesta terça para reuniões com equipe da transição e definição sobre Defesa

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva desembarca na noite desta terça feira em Brasília para acompanhar os trabalhos da equipe de transição de governo. Será a sua segunda viagem à capital federal desde a eleição.

Militares: Lula adia escolha de nomes que integrarão núcleo de Defesa da transição; entenda

Veja os cotados: Lula quer civil na Defesa, mas relação delicada com militares trava indicação

Mesmo em recuperação de uma cirurgia nas cordas vocais, Lula deverá ter uma série de reuniões estratégicas para definição dos nomes que ocuparão ministérios no novo governo.

Em Brasília, o presidente eleito também vai acompanhar de perto as negociações para a tramitação da PEC da Transição no Congresso.

A cúpula da transição aguarda Lula para bater o martelo quando aos nomes que integrarão o grupo temático da Defesa.

A equipe preparou uma série de nomes, que mesclam civis e militares da reserva, para compor o grupo de Defesa. O grupo terá representantes das três forças. Os integrantes só serão divulgados após a chegada de Lula a Brasília.

Os grupos de Defesa e Inteligência Estratégica, que abrange Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e Abin são os únicos que ainda não tiverem seus integrantes divulgados.

Na segunda-feira, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou que ao chegar a Brasília Lula começará a pensar na definição do time de ministros. No entanto, não há prazos para anúncio de nomes. Na avaliação de Gleisi, o mercado "está ansioso" pelos nomes:

— Ele não adiantou nada. Acho que essa semana é muito difícil. Eu acho que ele não está com tanta pressa. O pessoal do mercado que está mais ansioso. Acho que ele está com a coisa bem resolvida na cabeça — afirmou a deputada.