Lutador do UFC recebe ordem de restrição contra colega

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Decisão judicial é resquício do confronto entre Jorge Masvidal e Colby Covington, ambos lutadores do UFC, em um restaurante.
Decisão judicial é resquício do confronto entre Jorge Masvidal e Colby Covington, ambos lutadores do UFC, em um restaurante. Foto: (Louis Grasse/PxImages/Icon Sportswire via Getty Images)

Ainda reflexo de uma briga ocorrida em um restaurante em Miami, o juiz Zachary L. James, em audiência realizada pelo 11º Circuito Judicial da Flórida, decidiu acatar o pedido de ordem de restrição feito por Colby Covington contra Jorge Masvidal, ambos lutadores do UFC.

Colby Covington e Jorge Masvidal, que se tornaram inimigos declarados nos últimos tempos, brigaram em um restaurante e chegaram a trocar socos dentro do salão do Papi Steak, que fica próximo ao píer de South Point. De acordo com a Fox Sports, a polícia foi acionada por um dos treinadores do Covington, que o acompanhava no jantar. Testemunhas contaram às autoridades envolvidas e responsáveis pelo caso que o lutador foi vítima de Jorge Masvidal, que o atacou.

Leia também:

Os dois lutadores eram amigos e treinavam juntos na academia American Top Team, uma das mais tradicionais quando se trata de artes marciais mistas. Nos últimos tempos, porém, uma rivalidade se instaurou e os dois se declararam inimigos. Nas redes sociais, após a briga, Jorge Masvidal provocou Covington, que se declara o Rei de Miami, a mostrar uma foto de seu rosto, já que teria perdido um dente na luta: "Te desafio a mostrar seu rosto. Eu sou do condado de Dade. Você falou m****, então agora tem que sustentar. É assim que funciona na minha cidade".

Masvidal deve manter distância mínima de sete metros de Covington, mesmo em eventos que sejam organizados pelo Ultimate, além de ficar 150 metros longe da residência de seu desafeto e não ter qualquer tipo de comunicação entre os dois, incluindo contatos através de redes sociais.

Uma nova audiência está marcada para o dia 12 de maio, onde outras acusações serão julgadas, como a de lesão corporal grave usando máscara, que pode gerar multa de 10 mil dólares, aproximadamente R$ 50 mil e prisão de até 15 anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos