Lutador de UFC agride astro do K-pop Jay Park: 'Você é um covarde', diz adversário

Louise Queiroga

Um golpe do lutador americano Brian Ortega chamou atenção no UFC 248, realizado em Las Vegas no último sábado, mas não foi um ocorrido nos limites do ringue. Irritado com o rapper coreano Jay Park, que atuava como intérprete de Jung Chang-sung, também chamado de Korean Zombie, Ortega socou o astro do K-pop. A informação foi noticiada pelo jornalista da ESPN Ariel Helwani no Twitter.

Questionado por um fã se ele iria processar o lutador, Park disse em um post, neste domingo, que não pretende entrar com uma ação na Justiça.

"Eu não processo pessoas que têm menos do que eu", afirmou Jay Park.

O rapper relatou, em entrevista a Helwani, que Ortega se aproximou dele quando Zombie foi ao banheiro e perguntou se ele era Jay Park, ao que o artista confirmou. Em seguida, afirmou ter levado o soco e caído sobre cadeiras que estavam atrás dele. Mas Park contou ter levantado e empurrado Ortega para que se afastasse.

Revoltado, Korean Zombie também se manifestou sobre a confusão em seu perfil do Instagram neste domingo.

"Ontem à noite (sábado), você se sentou a 10 metros de mim e de Jay Park. Por duas horas nada aconteceu, então pensei que estava tudo bem. Mas você atacou Jay Park enquanto eu fui ao banheiro. Jay Park não é um lutador profissional, mas um músico. Você deu um tapa em um civil que apenas ajudou a traduzir", afirmou Jung.

"Pior ainda, você estava sentado ali esperando até que eu estivesse ausente e atacasse Jay Park. Não era uma luta como homens de verdade fariam. O que você fez é o mesmo que um adulto bater em uma criança. Você deveria ter me atacado. Nesse caso, eu não teria ficado chateado", acrescentou.

"Você é um covarde por dar um tapa em um músico, não em um lutador. Se você planejou, ***, lutar comigo e usar meu nome porque as pessoas não lembram mais o seu, então eu o parabenizo, funcionou. Eu vou lutar com você e vou nocauteá-lo e sua *** de rosto estará sangrando. Agora, sua *** de rosto fica na minha mente e eu vou te *** no ringue. Espero que você não fuja de mim novamente", concluiu.

A cena chamou atenção e algumas pessoas tomaram seus celulares para filmarem o americano sendo escoltado após a agressão.

"Foi uma situação esquisita", disse Park, acrescentando não ter entendido o porquê de ter sido agredido.

De acordo com o presidente do UFC, Dana White, os lutadores americano e coreano estavam brigados.

"Zombie nem fala inglês, então não sei o que diabos ele poderia ter dito que deixou Ortega louco. Foi algo estranho", disse White.

No entanto, uma entrevista de Korean Zombie no último mês à ESPN, traduzida por Park, está sendo usado como provável motivo para a irritação de Ortega. O lutador coreano havia dito que Ortega se "esquivou" de uma luta marcada para eles em dezembro devido a uma lesão. O americano deixou então uma ameaça para o intérprete no Instagram da emissora.

"Quando o vi na Coreia, ele se desculpou pela conversa fiada e eu disse que tudo bem, pelo menos você veio a mim como um homem. Agora você é apenas uma ***. Jay Park, bem-vindo ao jogo de luta, não se surpreenda se eu der um tapa em você quando eu te vir. Ter uma lesão e se esquivar são duas coisas diferentes", comentara Ortega.