Lutador preso usa próprio sangue para escapar de algemas e quebra teto para fugir de hospital

Preso usou o próprio sangue como lubrificante para retirar algema. (Foto: Reprodução)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Na tentativa de fuga, o homem caiu sobre uma paciente

  • Ele voltou a ser preso na porta do hospital

Um homem de 26 anos detido por tráfico de drogas e internado no Hospital Municipal São José, em Joinville, tentou fugir na madrugada de terça-feira (17). A polícia relata que ele usou o próprio sangue para remover as algemas, deu um golpe de muay thai para quebrar o teto do hospital, fugiu pela janela e no caminho ainda caiu em cima de uma paciente.

Ele foi internado porque passou mal na segunda-feira, quando foi preso em flagrante pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joinville. Ele admitiu ter engolido papelotes de cocaína para esconder as drogas, e chegou ao hospital com um quadro de insuficiência renal.

Ao G1, o delegado Fábio Estuqui explica que ele tirou o acesso de soro do próprio braço e usou o sangue como lubrificante para remover a algema.

“Como ele tem uma habilidade, por ser lutador de muay thai, imediatamente ele saltou da maca, ele deu um golpe no teto, quebrou o teto, mas ele caiu sobre uma paciente. Conseguiu abrir uma janela, pulou uma janela. Os policiais da DIC que estavam no local e escutaram o barulho, viram que ele estava fugindo, chamaram o reforço da Polícia Militar", relata o delegado.

Leia também

Quando chegou na porta do hospital, o fugitivo encontrou a Polícia Militar. Ele foi preso e internado novamente. Além da acusação de tráfico de drogas, ele também vai responder por dano ao patrimônio público, por ter quebrado o forro do teto e remédios de uso controlado durante a fuga.

Para fugir, o homem aplicou um golpe de muay thai no teto. (Foto: Reprodução)

Nesta quarta-feira (18), a prefeitura informou que o teto da unidade já está sendo consertado. O homem será escoltado pelo Departamento de Administração Prisional (Deap). O delegado informa que não é a primeira vez que o jovem é detido, e que ele “não tem nenhuma responsabilidade social”:

“Ele é um jovem bem ardiloso. Tem um comportamento bem frio. Ele tem um comportamento reiterado de tráfico de drogas. Saiu em julho por tráfico de drogas, voltou a traficar. Então ele não tem nenhuma responsabilidade social. Ele não se importou com os pacientes que estavam ali. Podia causar uma lesão na paciente, Graças a Deus não causou, mas poderia. Ele não tem nenhuma responsabilidade sobre as condutas dele."