Márcio França (32%) lidera disputa ao Senado por SP; Marcos Pontes tem 15%, mostra Datafolha

***ARQUIVO*** Santos, SP, BRASIL, 07-08-2022 - O governador Rodrigo Garcia (PSDB). (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)
***ARQUIVO*** Santos, SP, BRASIL, 07-08-2022 - O governador Rodrigo Garcia (PSDB). (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A disputa por uma vaga no Senado em São Paulo segue com Márcio França (PSB) na liderança, com 32% das intenções de voto. Marcos Pontes (PL) está em segundo e tem 15%, segundo o Datafolha.

Na pesquisa anterior, de 1º de setembro, França, candidato da chapa de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Haddad (PT), tinha 30%. Aliado de Jair Bolsonaro (PL) e Tarcísio de Freitas (Republicanos), Pontes tinha 13%.

Janaina Paschoal (PRTB), que não aparece na propaganda na TV e rádio, segue em terceiro lugar. Ela tinha 7% e agora marca 4%.

A pesquisa mostra Aldo Rebelo (PDT) com 4%, Edson Aparecido (MDB) tem 4%, Vivian Mendes (UP) tem 3%, Antônio Carlos (PCO) tem 2%, Professor Tito Bellini (PCB) tem 1%, Ricardo Mellão (Novo) tem 1%, e Dr. Azkoul (DC) tem 1%.

A candidatura coletiva do PSTU, Mancha Coletiva Socialista, não pontuou. Outros 16% declararam voto branco ou nulo, e 18% não sabem.

A pesquisa Datafolha, contratada pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo, ouviu 1.808 pessoas em 74 cidades do estado entre terça-feira (13) e esta quinta. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos, com índice de confiança de 95%. O levantamento foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número SP-06078/2022.

França desistiu da candidatura ao Governo de São Paulo para apoiar Haddad e emplacou sua mulher, Lúcia França (PSB), como candidata a vice-governadora na chapa.

Já Pontes foi escolhido por Bolsonaro como seu candidato, em movimento que isolou Janaina e acabou dividindo os votos da direita.