Márcio França descarta ministério secundário em eventual governo Lula

*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 04.08.2022 - O ex-governador Márcio França (PSB). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 04.08.2022 - O ex-governador Márcio França (PSB). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em conversas sobre a possibilidade de assumir um ministério em eventual governo Lula (PT), Márcio França (PSB) e seus aliados têm descartado a possibilidade de uma pasta secundária.

Nesse cenário, eles acreditam que seria mais vantajoso permanecer no Senado, caso ele seja eleito. Eles dizem crer que a possibilidade de assumir um ministério como o da Infraestrutura, por exemplo, está ligada ao nível de influência que Geraldo Alckmin (PSB) teria nesse governo.

Eles avaliam que, caso Alckmin seja um vice que concentre tarefas operacionais e Lula se encarregue mais da diplomacia internacional, as chances de França ocupar espaço no primeiro escalão aumentam. O petista tem dito que o Brasil terá dois presidentes com ele e Alckmin.